NESTA TERÇA-FEIRA (04/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

A Startup são-carlense “Collune”, sediada no Centro de Desenvolvimento das Indústrias Nascentes de São Carlos (Cedin), foi destaque ao ser premiada, na votação do público, pelo melhor pitch apresentado no 7º Ciclo de Startup SP 2020. A Collune representou o Escritório Regional do Sebrae de São Carlos.

No evento, realizado online na sede da Escola de Negócios Sebrae-SP “Alencar Burti”, na capital paulista e coordenado por Fábio Zoppi e Alessandra Ruchet, do Sebrae SP, startups dos escritórios Regionais Sebrae/SP de Campinas, Grande ABC, Piracicaba, São Carlos, Ribeirão Preto, São Paulo Capital Oeste e Sorocaba, fizeram apresentações online de 5 minutos sobre seus negócios a potenciais investidores e assistiram também, palestra com o ex-nadador, medalhista panamericano e olímpico Thiago Pereira sobre “Resiliência e Empreendedorismo Inovador: Trajetória, Desafios e Conquistas”.

A startup Collune foi a empresa reconhecida pela audiência por uma votação muito acirrada, a diferença foi por 1 ou 2 pontos na votação aberta. O prêmio da banca ficou com a empresa de logística, Gasola, de Ricardo Lerner.

A startup vencedora atua na área de cosméticos, considerada um pilar em pesquisas e desenvolvimento para diversas áreas de conhecimento. Trabalha com a tecnologia Regenfill 5 que usa como base o colágeno reestruturado, atendendo demandas nas áreas de cosmética, saúde humana, veterinária, agrícola e alimentícia. 

“O público validou e entendeu a grande proposta de valor que estamos entregando ao mercado desse segmento de cosméticos com alta tecnologia a preços acessíveis”, ressaltou Silvana Vargas, CEO e RT da Collune.

Na avaliação de Silvana Vargas, o DemoDay 2020 foi um evento importante e estar instalada no Cedin, a primeira Incubadora de Indústrias Nascentes do Estado de São Paulo, localizada em São Carlos, a Capital da Tecnologia, foi um diferencial, uma evolução gigantesca para a Collune.

Ainda de acordo com Silvana Vargas os projetos de fomento e financiamento e investimentos proporcionou uma infraestrutura completa com uma equipe especializada e treinada que possibilita uma capacidade produtiva de cerca de 2 toneladas/mês de produto acabado.

“Vendemos nossos produtos em site próprio e pelo whatsapp com alto índice de recompra. Estamos buscando parcerias comerciais para expansão das vendas e ganho de escalabilidade”, disse Silvana Vargas.

Sobre os investimentos Silvana Vargas ressalta que já foram recebidos mais de R$ 3 milhões em investimentos e a próxima etapa é ter sede própria e expandir para outros mercados. “Atualmente na indústria cosmética, existe uma busca incessante de novos produtos que inundam o mercado com formulações mais baratas fazendo substituições usando o colágeno mais simples, sem o mesmo efeito e as propriedades esperadas do colágeno original. Essas formulações costumam usar muitos insumos que podem ser até prejudiciais ao cliente ao longo do tempo. Desenvolvemos a nossa linha Devinni de cosméticos que hoje conta com dois hidratantes faciais, Woman e Man, que já estão sendo vendidos, um protetor solar já em fase final de registro e várias outras formulações para levar a população produtos com eficácia comprovadas e valor mais acessível. Temos resultados comprovados da eficiência dessa exclusiva tecnologia por laboratórios e pelos nossos clientes”, destacou Silvana Vargas.

O Projeto de Incubadora de Empresas no Centro de Desenvolvimento de Indústrias Nascentes – CEDIN, recuperado na atual gestão do prefeito Airton Garcia, foi viabilizado através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de São Carlos/Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda - SMTER e o Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Fomenta o nascedouro de pequenas empresas de base tecnológica para a economia local, enquanto polos geradores de desenvolvimento, trabalho e renda.

O secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, destacou que foi muito importante para São Carlos o reconhecimento que a Collune, uma startup que funciona no Cedin de São Carlos obteve em São Paulo na final do Startup SP, evento promovido pelo Sebrae.

“O Sebrae é um parceiro importante no desenvolvimento de São Carlos e da região, temos acompanhado e participado, o Elton e toda a sua equipe estão de parabéns. A Collune de São Carlos ganhou a etapa regional em São Carlos, foi um destaque importante e ganhou na votação aberta, pessoas relacionadas ao setor, da área de tecnologia e desenvolvimento. Isso é muito importante porque São Carlos é um celeiro de tecnologia, de desenvolvimento, de muita gente capacitada, das universidades dos centros de pesquisa  e a Silvana Vargas, com toda a sua equipe, fizeram uma grande participação representando muito bem a nossa cidade. O Sebrae vem contribuindo muito com o desenvolvimento de novas propostas e novos projetos. Vamos continuar trabalhando neste sentido porque é a vocação da nossa cidade, gerar desenvolvimento e oportunidades de trabalho, renda e de novas empresas que possam estar abrindo e funcionando em nossa cidade”, destacou Bragatto.

Para o gerente regional do Sebrae São Carlos, Elton Equinori Yokomizo foi muito importante a indicação da Collune para o Demoday Estadual saindo da participação do programa de São Carlos, ao ressaltar que é o segundo ano consecutivo que a cidade tem a indicação de uma startup destaque no Estado de São Paulo, dentro do ciclo Startup SP

“Foi muito importante para a gente e também para a empresa esse reconhecimento. A premiação é um ganho, um reconhecimento porque a Collune foi destacada como uma das melhores e São Carlos ganha com tudo isso, porque a gente vem a cada ano   desenvolvendo cada vez mais o programa Startup SP na cidade  com a colaboração dos parceiros, da Prefeitura Municipal,  através das secretarias municipais de Trabalho, Emprego e Renda, de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, da USP, da UFSCar  do Parqtec, da Fatec, da Embrapa e outros ambientes de inovação  e de coworking da cidade”, enfatizou Elton Yokomizo.

Para Elton Yokomizo há um fortalecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido pela equipe do Sebrae de São Carlos dentro do ambiente de inovação. “Somos reconhecidos nacionalmente como Capital da Tecnologia e por ter um ambiente  bastante fértil e pujante com relação a inovação e o reconhecimento da Collune comprova que estamos num excelente caminho. Parabéns equipe Collune e todos que trabalharam intensamente”, finalizou Elton Yokomizo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo